This post is also available in: frFrançais deDeutsch ruРусский enEnglish

A versão 12.3 da Dash foi disponibilizada em 3 de Julho e incluiu melhorias do PrivateSend, InstantSend e para a rede da Dash em geral, além de também estabelecer fundações adicionais para a Dash Evolution.

A atualização foi lançada no início de Junho para ser testada pela comunidade, mas foi lançada oficialmente para o público em geral no dia 3 de Julho depois do superbloco mais recente. Todos os operadores de masternodes, casas de câmbio, pools de mineração e exploradores precisam se atualizar para a versão 12.3, junto com um restart dos masternodes, para continuarem recebendo recompensas. A atualização incluirá a “nova funcionalidade de devnets para permitir a criação de múltiplas devnets independentes” assim como “diminuição da quantidade de inputs designadas para cada carteira, melhoria da privacidade do usuário eliminando a fusão de inputs pequenas sem privacidade, e diminuição do tamanho fixado para a UTXO”. A atualização também introduzirá “um novo formato de assinatura para mensagens na rede específicas da Dash”, além de outras atualizações que melhorarão a performance da Dash.

No momento da escrita, de acordo com o Dash Ninja mais de 14.8% dos Masternodes da Dash já se atualizaram para a versão 12.3. Também no momento da escrita há atualmente 4788 masternodes, dos quais 4450 estão ativos.

A Dash está dando passos em direção a um novo sistema monetário

A atualização é outro passo no caminho para a Evolution, que dará aos consumidores uma moeda independente de autoridades centralizadas sem sacrificar as conveniências que vêm com o sistema bancário tradicional. A melhoria das múltiplas devnets independentes é importante porque, anteriormente, havia somente uma devnet então todos os testes dependiam da operação contínua de uma única testnet. Já que os testes são experimentais e visam descobrir e consertar bugs no código, certamente acontecerão problemas que arriscam paralisar a testnet por um certo período de tempo, o que interrompe o desenvolvimento. Múltiplas testnets independentes encorajam um desenvolvimento mais ousado do código, minimizam os riscos para a rede e previnem desacelerações futuras no desenvolvimento e nos testes.

As outras melhorias notadas nas notas de lançamento da página do github oferecem melhorias na performance e na privacidade dos operadores de masternodes e usuários por meio de atualizações no PrivateSend.

“O valor de garantia do PrivateSend não é mais necessariamente N vezes a taxa do PrivateSend (PSF), em vez disso qualquer input que é maior ou igual a 1 PSF mas menor ou igual a 4 PSF pode ser usada como garantia. Inputs que são maiores ou iguais a 1 PSF mas estritamente menores que 2 PSF serão usadas em garantias com outputs OP_RETURN. Note que tais inputs serão consumidas completamente, sem mudança alguma para as outputs. Isto deve diminuir a quantidade de inputs com que uma carteira precisaria lidar, melhorar a privacidade eliminando o caso onde um usuário acidentalmente fundisse pequenas inputs não privadas e também diminuirá o tamanho global definido da UTXO.”

A atualização também apresenta uma boa quantidade de simplificações do código em geral para melhorar a performance geral da rede Dash.

“Bastantes refatorações, limpezas do código e outros pequenos consertos foram feitos neste lançamento novamente. Continuaremos tornando o código mais confiável e fácil de revisar em lançamentos futuros também.”

As melhorias de performance são cruciais para a Evolution já que ela introduzirá mais funcionalidades tais como listas de contatos, perfis de usuários, mensagens, histórico de notificações, aplicativos descentralizados (dApps) e mais. Portanto, a rede precisará ser tão eficiente quanto possível não só para lidar com as funcionalidades melhoradas, mas também para lidar com o fluxo de novos usuários que se espera que a Evolution atraia.

A Dash está inovando continuamente

A Dash já melhorou a tecnologia radicalmente inovadora da blockchain adicionando masternodes e um sistema de tesouraria para criar uma Organização Autônoma Descentralizada (DAO.) A DAO também permite que a Dash inove a si própria continuamente já que é capaz de pagar desenvolvedores profissionais sem depender de terceiros. Isto também permite que a Dash alcance consenso de maneira muito mais fácil e evita forks já que a rede é efetivamente financiada pela blockchain e pela comunidade, e portanto, decisões são tomadas visando os interesses da comunidade da Dash.
A estrutura única da Dash permitiu que ela inove e desenvolva com o consumidor final em mente porque a adoção dos usuários é crucial para o crescimento das criptomoedas. Já que os consumidores estão inclinados a usarem produtos que são mais capazes de comunicar como resolveram a maior quantidade de problemas pelo menor custo, a Dash se destacará em relação as outras criptomoedas. A Dash já é capaz de se comunicar e oferecer muitas soluções para os consumidores com suas taxas consistentemente baratas, tempos rápidos de confirmação, segurança e grande adoção dos comerciantes. Além disso, a Dash está bem posicionada para o futuro com seu planejamento de como continuará a inovar ainda mais para oferecer soluções para os usuários consistentemente.